07.10.2013

Miley cedeu uma entrevista para o site HungerTV, onde ela falou sobre seu vídeo de Wrecking Ball, sobre ser a mulher mais famosa do momento e sobre seu novo álbum Bangerz, confira entrevista completa abaixo:

Seu álbum Bangerz foi um dos lançamentos mais esperados do ano e seu vídeo mais recente “Wrecking Ball”quebrou recordes de visualização no YouTube em 24 horas , por isso é seguro dizer que Miley Cyrus está um pouco em alta no momento.

Começando com a doce personagem de Hannah Montana, quando ela tinha apenas 13 anos, Miley tem crescido em um palco mundo e deixou o público sobre a sua vida , desde então, cortejando controvérsia ao longo do caminho – seja na forma de um quase shoot nua, com um lençol por Annie Leibovitz aos 15 anos ou um twerk provocativo com Robin Thicke no VMA em agosto deste ano.

Mas o mais constante? O fascinio do público com a jovem de Nashville nunca diminuiu. Mas por quê? Quando Miley foi ao escritório do HungerTV, usando uma bota de seis polegadas de coxa-altas de couro, uma camisa xadrez suja com os lábios vermelhos ebrilhantes, fumando cigarros e rindo animadamente, eu admito, eu estava duvidoso.

Certamente ela era apenas mais uma estrela infantil a atenção agarrando com um ego maior do que a sua comitiva e com uma máquina furiosa atrás dela para rivalizar o tamanho de seu pequeno país?

Ao longo de seu ensaio fotográfico, Miley foi calorosa e amigável, incrivelmente fácil de lidar (“certeza que eu vou usar isso, qualquer coisa que você achar está bom, e eu pessoa ter seu número para que possamos ir ao shopping enquanto estou aqui?”) e uma visão raio mais aberto do que muitos de seus cauteloso, ao longo de mídia homólogos treinados que expressam opinião zero da sua própria e agem como se tivessem acabado de passar por uma lobotomia em entrevistas. E outra coisaque me surpreendeu? Miley é extremamente experiente. Muitos têm dito que a popstar é uma fantoche bem vestida da indústria (e mal)m nas Nukey sabe exatamente o que ela está fazendo, e de acordo com ela, tem que muitas vezes concencê-la a fazer gestão, juntamente com as suas ideias mais bizarras. E é ela que vem com sua imagem pública e performances como ela sabe que ela vai chocar as pessoas, por isso, por sua vez, irá mantê-los falando, que irá equivaler a vendas de álbuns. Uma fórmula inteligente, e que é, obviamente, de trabalho. Aqui Miley nos explica porque ela é a única que tem dá a última risada.

Pergunta: Seu novo álbum, BANGERZ foi divulgado hoje – Como foi feita a progressão de forma lirica e musical?

Miley: Eu sinto que muito disso agora é mais visto. As pessoas estão tão obcecadas com o que estou fazendo visualmente e eu acho que vai ser bom para as pessoas para ouvir mais do que apenas “We Can’t Stop” ou “Wrecking Ball”, para que possam obter toda a visão do que estou fazendo. Porque agora eu sou a única pessoa no mundo que já ouviu todas as músicas e então eu continuo tentando explicar para as pessoas o que eu estou fazendo que é diferente e que tipo de som que é, mas é algo que você realmente não pode descrever. Acho que as pessoas só tem que ouvi-lo pela primeira vez, eu mal posso esperar.

Pergunta: Quando a sua Tracklist foi liberada, percebemos que há uma música com Britney?

Miley: Eu acho que Hollywood simplesmente explodiu, todas as áreas gays no mundo deram um tiro para cima e soltaram um glitter de pó rosa.

P: O que ela gostaria de trabalhar?

Miley: Ela é incrível. Em uma embalagem de álbum eu sei que ninguém dá cartazes e adesivos mais. Isso foi importante para mim, dar uma cartaz, porque quando eu era mais nova meu primeiro disco que fui comprar era o de Britney Spears e imediatamente eu queria um poster dela. Eu acho que ela representou um momento em que as pessoas tinham uma conexão diferente com seus fãs, não apenas no Twitter e tudo isso, mas havia algo bom em ir comprar um CD e a cada CD da Britney que eu comprava havia algo nesse album que te deixava animada para ver o que tinha dentro. Ela é como um ícone dessa maneira e então eu queria trazê-la de volta para isso, eu só ficava dizendo, “Britney, você realmente não percebe o quão incrível você é. As pessoas me dizem que eu represento a sua infância, para mim você representa toda a minha infância, como se fosse a trilha sonora de minha vida.” Eu quero que ela perceba o quão realmente incrível ela é e como ela é uma lenda viva. Sabe quando você tem 30 anos você não percebe que você é, eu quero que ela perceba que ela é Britney Spears. Então, eu queria comemorar isso na música, eu queria que isso fosse “Essa é a Britney”, não é sobre ela cantar mais do que é a voz dela. Ela tem uma daquelas vozes que falam que assim que ela abre a boca você sabe que é Britney Spears e eu queria que fosse sobre isso.

P: Todo mundo está obcecado com você no momento. É dificil quando as pessoas estão procurando sobre seu trabalho e tentando encontrar coisas sobre sua vida pessoal? Como Wrecking Ball por exemplo?

Miley: Sim, isso é ruim para mim, mas mais uma vez eu tinha dois anos onde eu realmente só me escondia no estúdio e não funciona tanto, eu realmente não fazia nada. Eu praticamente sentava com meus amigos e não faziamos nada, então agora a gente sente o que deveria ser. Ou eu sou zero ou sou um milhão, não há nada no meio, ou estou quente ou estou fria. Então, ou eu tenho que ter tudo da minha música e mais nada importa ou tem de ser tudo o que mais importa e carreira não importa em tudo. Eu meio que tenho que escolher o meu tempo e foi por isso que eu acho que é bom quando você pode se desligar, é demais equilibrar a vida real e presente.

Agora é hora de ir. Você não faz uma pausa quando um foguete está decolando, você não diz “pera ai eu preciso fumar com meus amigos”, você sabe que você tem apenas que ir, é o seu tempo. E assim, eu apenas me certifiquei de ficar me lembrando que é o meu tempo. É dificil agora eu ter que continuar me esforçando. Quando a música sair, irá ser mais inspirador porque eu irei performar a música mais vezes, onde eu recebo as pessoas cantando as músicas de volta. Agora eu estou tentando descrever isso, e eu realmente não sei como.

P: Será que algum dia você será cautelosa e pensará “Talvez seja melhor manter isso para mim mesmo” ou você pensará “Tanto faz, eu irei botar tudo para fora”

Miley: Eu estou um pouco…eu não estou cautelosa porque estou realmente cansada, mas eu sinto que muitas pessoas sentem como se deve às pessoas a sua vida pessoal e eu não. Eu sinto que dou tanto comoartista, eu quero que as pessoas foquem nisso. E não ficar realmente falando sobre a minha vida pessoal, quando as pessoas falam sobre o VMAs ou sobre meus vídeos, é o que eu faço como um trabalho e eu quero que as pessoas falem sobre essas coisas porque isso faz manter todo mundo assistindo.

P: Qual a sensação de ser, basicamente, a mulher mais famosa do mundo agora?

Miley: É ma sensação muito doente. Só porque como eudisse, eu tenho estado por alguns anos, onde eu não estava fazendo nada e eu não estava trabalhando. Então agora parece que todo o trabalho no estúdio foi pago. E tive tantas vezes em que eu tinha de dizer para as pessoas “Ei, apenas confie em mim, eu estou dizendo a você com esse video de We Can’t Stop, isso vai fazer as pessoas assistirem” ou com Wrecking Ball dizendo: “isso vai fazer as pessoas enlouquecerem.” E uma vez que eu fiz “We Can’t Stop”, foi quando as pessoas realmente começaram a confiar em mim. Na primeira vez no papel o video parecia insano, ninguém entendia isso e eu dizia, “me deixe filmar isso e se não der certo, você não precisa confiar em mim nunca mais novamente,mas se der certo você tem de me deixar conduzir este navio, você sabe que eu estou no caminho certo.” E então eles me chamam e eles ficam tipo “Ei, você está no caminho certo!”

Você sabe, eu e Rankin estávamos falando sobre isso. Com revistas, com filmes, é sempre estranho quando as coisas são feitas para pessoas jovens que ainda são movidos por pessoas que são 40 anos mais velho, por exemplo. Não pode ser assim como um homem de 70 anos judeu não poder deixar sua mesa todos os dias, me dizendo que músicas podem ouvir. Eu vou sair, eu sei o que eles querem ouvir. Eu sei que quando você está em um clube, e que faz todo mundo ficar louco e quando é a hora em que todo mundo fica tipo “tudo bem eu estou indo pegar uma bebida”. E eu sei quando as pessoas andam até a pista de dança e eu sei o que dirige isso. Então eu tinha de ser a unica fazendo isso, porque não é apenas sobre o que os jovens de 20 anos de idade estão fazendo.

Pergunta: Sobre o vídeo de Wrecking Ball, você e Terry Richardson parecem um jogo feito no céu.

Miley: É ridiculo, é assim que eu me sinto agora sobre Rankin. Eu era tipo “este é um jogo feito, essa é a coisa toda.”

Pergunta: De quem foi a ideia de Wrecking Ball? Você tem um controle muito criativo?

Miley: Sim, eu fui até Terry e eu disse que eu queria criar algo como o clipe de Sinead O’Connor’s (Nothing Compares To You). Eu disse que muita gente tentou recriar isso, e muitas pessoas tentaram ter a emoção nisso e era isso. Tinha de parecer diferente, tinha de ser real. Não pode ser alguém correndo com um colíro de gelatina e tentando olhar bonito para camera além de precisar ser lindo. Há algo obviamente sexual nisso, mas não foi pra isso que o video foi dirigido. Na verdade é impulsionado pela emoção, é um video emocional, mas as pessoas realmente só vão olhar para a sexualidade, porque elesrealmente não vão tentar ver a coisa completa.

Pergunta: Você pretendia que ele fosse chocante?

Miley: Eu estou surpreso pelas pessoas ainda estarem chocadas, eu estou contente que a tática ainda está funcionando, porque eu esperava que as pessoas ficassem chocadas só por um momento.

Pergunta: Você gosta de chocar as pessoas?

Miley: Bem, não poderia ser o mesmo tipo de choque de “We Can’t Stop”, tinha que ser como “Wow eu não esperava o Terry Richardson e eu não esperava isso tudo.” Tem de ser o pacote completo, porque você pode falar sobre a sexualidade, tudo o que você quiser, mas você também tem a referência de volta que é Terry. Você tem que respeitar o fato de que é arte , você tem que respeitar o fato de que quando você assistir ao vídeo que faz você sentir alguma coisa e você fica engasgado em alguns momentos.

Pergunta: O estilo é outra coisa que, obviamente evolve você. Seu estilo envoluiu a partir de sua fase Hannah Montana até agora, então qual é o seu estilo agora?

Miley: Eu trabalho muito com Marc Jacobs. Ele meio que me trouxe a moda como quando eu tinha 16 anos, que foi quando eu comecei a ficar perto dele e apenas aprender com ele. Ele meio que me inspira algumas de suas peças, e agora eu sinto que é apenas ter as pessoas certas ao seu redor.

Algo de novo como o video de Wrecking Ball ou We Can’t Stop, há partes que são naturalmente, para um público maduro, mas há algo de imaturo sobre isso, porque o partido é tão ridículo, ele sempre tem que ter um equilíbro e uma yang para ele. Isso é o mesmo que Wrecking Ball. Tem que ser sexy e forte e é isso que eu sinto com a moda, eu sinto que Marc faz isso tão bem. Há definitivamente algo surpreendente sobre ser tão senhora como ainda sendo tão punk e que é uma espécie de mais do que eu sou , mesmo que eu estou usando coisas que não são. Eu gosto de ter esse sentimendo punk, mesmo que seja como Loubotin. Você os estilistas certos que sabem misturar. Quando eu estava em Paris trabalhando com Kenzo, havia algo que eles não fazem muito bem lá também. Como a moda e tudo mais, ela não precisa ser tão séria. As pessoas levam isso muito a sério, que é suposto ser a auto-expressão e como você quer que as pessoas vejam você. Eu li que 80% do que as pessoas pensam sobre você é feito a partir dos primeiros segundos que elas conhecem você e você olha para a pessoa e diz “eles são competentes, é isso ai, é isso mesmo?”. E para mimse tem pessoas olhando pelos primeiros 30 segundos, eles irão pensar que sabem quem eu sou, então eu quero que essas pessoas peguem tudo e eu quero que tudo seja representado como quem eu sou.

Pergunta: As pessoas têm criticado você e disseram que você não é um bom modelo mas você ainda está ganhando mais matérias sobre você do que qualquer outro popstar no momento, você está rindo por último?

Miley: Sim. Quero dizer, é isso que eu tento pensar disso. É como uma pessoa que vende, na verdade, você sabe que está pensando “essa merda não vai tirar suas rugas, mas se eu vender bem o suficiente, você sabe, eles vão comprá-la”, e é como exatamente a mesma coisa para mim. No final do dia, eu quero que as pessoas comprem meus discos, não se trata de pensar apenas nos dois minutos de performance no VMA ou nesse clipe. Eu quero que as pessoas ouçam minha música e quando mais eles estão se perguntando o que eu estou fazendo, mais ele irão querer ouvir minha música.

Pergunta: Há tanta coisa escrita em você mas o que você quer dizer para o mundo – vindo direto de Miley?

Miley: Compre a porra do meu álbum…agora.

Pergunta: E por último, você faz 21 anos em Novembro, o que você irá fazer na sua festa?

Miley: Eu espero ficar longe, eu tenho que ir em algum lugar legal. Eun nunca fico um período de férias, então eu vou tetnar programar férias de algum tipo. Eu poderia hibernar para o meu aniversário de 21 anos, que vai dar ás pessoas um choque!

Bangerz está nas lojas hoje no Reino Unido.


Publicada por: Miley Cyrus Brasil

Deprecated: WP_Query foi chamado com um argumento que está obsoleto desde a versão 3.1.0! caller_get_posts está depreciado. Utilize ignore_sticky_posts no lugar. in /home/mileybr/public_html/wp-includes/functions.php on line 5062
relacionado
26.11.2020
relacionado
17.11.2020
relacionado
06.11.2020
relacionado
04.11.2020
comente a postagem!