07.09.2014

001

Miley Cyrus já conquistou a música, TV e filmes. E agora a pop star quer conquistar outra coisa: o mundo da arte.

A cantora de “Wrecking Ball” irá estrear sua coleção artística, “Dirty Hippie”, durante o show do Jeremy Scott no Nova York Fashion Week, no dia 10 de setembro. A coleção composta por esculturas coloridas, ursinhos e jóias de plástico, entre outros itens, irá aparecer no estande da V Magazine na 11 Mercer Street na cidade de Nova York.

Cyrus falou sobre a exposição para a V (ela também aparecerá na capa da revista, à venda a partir do dia 10 de setembro): “Parece muito estúpido falar isso, mas eu sinto que minha arte se transformou num tipo de metáfora – um exemplo da minha vida. Porque um monte de coisas ruins continuaram acontecendo. Sempre fui muito sortuda. Tudo sempre foi muito fácil pra mim. E no começo deste ano, eu odiei 2014 porque tudo que pôde dar errado, continuou dando errado. Estar num hospital, a morte do meu cão… Tudo manteve-se me ferrando e me ferrando. Então, eu comecei a pegar todas essas coisas ruins e transformá-las em coisas boas, e ficando tipo, estou usando isso. Meu irmão e todos os meus amigos falaram que sentiam que eu estava fazendo isso. Então, foi assim que eu comecei a fazer arte. Eu tinha um monte de lixo e besteira, e então ao invés de deixar tudo ser lixo e besteira, eu os transformei no que me fazia feliz.”

A coleção foi feita de coisas que ela coletou durante a turnê, incluindo objetos encontrados por ela em aeroportos, outros presenteados por fãs e outros comprados em lojas como a “Petco”, por exemplo. E ela criou a arte durante seu tempo ocioso.

“Eu apenas sento em algum lugar e fumo maconha de qualquer jeito, então eu preferi sentar em algum lugar, fumar maconha e fazer alguma coisa. E essa sou eu fazendo alguma coisa,” Miley explicou. “Eu amo isso. Quero dizer, fico acordada até 7 da manhã fazendo isso o tempo todo. Foi muito estranho quando comecei a fazer isso quando estava sóbria.”

As peças são também, em partes, inspiradas na sua amizade com Scott. “Jeremy me trouxe muita paz e motivação porque, mesmo que para algumas pessoas, fosse apenas eu colando coisas com coisas, para mim, isso me fez não ser apenas uma superstar idiota. E esse é meu objetivo de vida: não morrer como uma pop pop idiota idiota,” ela falou sobre colaborar com o designer de moda. ” Não posso. Vou enlouquecer. Apenas quis dar a mim mesma algo em que eu pudesse trabalhar naquilo, e mesmo agora, se eu tivesse mais tempo e não estivesse em turnê, eu sei que poderia superar qualquer coisa dessas porque cresci enquanto fazia isso.”

Cyrus sente que encontrou o público para sua arte: seus fãs. “Estive no meio de muito dinheiro na minha vida inteira. Eles dizem que dinheiro não traz felicidade e é totalmente verdade. Dinheiro pode comprar um monte de coisas para colar com um monte de outras coisas que te fazem feliz, mas além disso, não existe mais felicidade. Não existe nenhum ponto no meu foco sobre me fazer mais rica. Obviamente, as besteiras que você compra não te fazem mais feliz porque estou sentada aqui colando um monte de lixo com coisas. Toda a minha filosofia com tudo é: Faça o que você ama e você nunca terá que trabalhar novamente. Você não terá que trabalhar nenhum dia da sua vida se estiver fazendo o que gosta e o que te faz feliz,” ela disse. “Não pense em repercussão. Meus fãs estarão nisso, especialmente porque estou envolvendo-os. Estou construindo conexões com as pessoas. E eu terei minhas coisas em modelos – coisas que estou animada em vê-las usando. Estou animada. E isso está me trazendo alegria, então isso é tudo que eu devo focar.”

Confira fotos da coleção:

cats

cats

cats1

cats2

cats3

cats4

Curtiram a idéia, Smilers?

Fonte: Billboard / V Magazine

 


Publicada por: Lucas Gomes
relacionado
31.08.2020
relacionado
10.08.2020
relacionado
05.08.2020
relacionado
23.07.2020
comente a postagem!