14.01.2015

Fonte: My Smiler Side
Tradução: Miley Cyrus Brasil (miley.com.br)

Eu te sigo no Instagram e através das suas fotos você parece totalmente diferente da mulher que eu vi na festa da Viva Glam, já que você está mais madura. É você a mulher que eu sigo no Instagram? Ou aquela que foi à festa? No Instagram você está se divertindo mais?

Eu estava me divertindo na festa também. Essa é a minha personalidade e eu gostei de agir como eu mesma. Eu tive que fazer isso e todos que estavam na sala ficaram felizes com esse evento. Fiquei feliz em doar 100 mil dólares para uma causa que merecia. Rihanna também estará doando a mesma quantidade, e sentimos que temos sorte por isso. Eu estava me divertindo muito e eu sou a mesma pessoa.

No ano passado, Rihanna levantou 43 milhões de dólares, quando ela era estrela da Viva Glam. Você pretende superar esse número?

Gostaria de obter a maior taxa de vendas possível. Meus fãs e meu público podem levantar isso, mas eles têm que saber qual é o propósito por trás disso. Eu não quero que eles apenas comprem um batom brilhante rosa. Vou postar o propósito em meu site para que todos possam saber a razão da compra desse produto. 25% da sociedade não conhece a doença e eu estou ao mesmo tempo tão envolvida com ajudar os moradores de rua que sofrem de uma elevada porcentagem de pessoas que não têm uma boa fonte de informações sobre a doença. Eu tenho um amigo, Jesse, que foi comigo ao VMA e ele me disse quando acordou de manhã: “Eu não sinto raiva porque sou desabrigado, afinal eu acordo com o sol brilhando e as árvores ao meu redor, e isso para mim é algo bonito”. O que me incomoda muito é a grande quantidade de pessoas que negligenciam os desabrigados, muitas pessoas passam por eles e ignoram-os. A noite da festa da Viva Glam foi incrível para que as pessoas saibam que não vamos apenas arrecadar dinheiro com a venda de batons, mas iremos investi-lo em uma determinada causa. Todo mundo me pergunta se o meu trabalho com a Viva Glam é meu sonho, mas meu sonho é que tenhamos uma cura para a Aids em 2020.

Você estaria falando sobre esse assunto se tivesse uma determinada doença sexual?

Sim, isso é o que eu tenho que fazer como um ser humano, eu tenho que ter a mente aberta sobre o assunto. Por isso, eu sou a garota apropriada para estampar a campanha da Viva Glam, porque eu não sou tímida, posso falar sobre qualquer coisa, e esse é o problema sobre o tema sexo: as pessoas não querem falar sobre isso. As pessoas se esquecem que as crianças nasceram dessa circunstância. Essa doença muda a vida completamente, e quando a pessoa está infectada com essa doença, a sociedade não consegue lhe oferecer suporte, e a coisa mais importante é dar-lhe esperança. As pessoas precisam saber que a amfAR está trabalhando muito para encontrar uma cura para a doença, porque ela mata cerca de 2,200 pessoas por dia, e nós não sabemos o que tem que ser feito para controlá-la. Temos que continuar trabalhando nesse assunto, porque leva a vida de muitas pessoas.

Qual é o equívoco que as pessoas podem ter sobre você?

Algumas pessoas tendem a esquecer que eu tenho um cérebro e que eu o uso, eu não sou estúpida.

O que lhe dá a sensação de satisfação? Você tem feito tanto sucesso e agora você está dando esses conselhos. O que te satisfaz?

amfAR gala foi divertido e são para essas coisas que eu vivo.

Me fale sobre a campanha da Viva Glam. Vemos o estilo da Madonna na mesma. Até que ponto você está sendo influenciada por Madonna como uma figura de destaque na época dos anos oitenta?

Eu tive a inspiração a partir de uma galeria de arte organizada por um amigo meu. Copiei um pouco da decoração, porque eu queria que o gloss soasse como uma grande quantidade de bolas de discoteca. Você pode ver o reflexo de uma bola de discoteca na imagem. Eu também queria para os meus fãs, porque já passaram de 14 para 30. Então eu pensei que eles podem colocar seu batom, mas o gloss é adequando para os fãs mais jovens.

Quem é a mulher que você admira?

Dolly Parton é a minha favorita graças à sua maneira de tratar as pessoas. Ela é uma filantrópica e se preocupa mais com o zelador do que com seu empresário.

Você gosta disso?

Sim, eu gosto. Eu gosto de tratar as pessoas dessa forma. Eu gosto de tratar as pessoas em oposição à maneira em que elas estão acostumadas a ser tratadas: de forma descuidada. Assim, quando uma pessoa chega para mim e diz que é um empresário, eu pergunto porque se apresentou dessa maneira, afinal, eu trato todos de forma igual.

Você acha que você mudou desde a sua juventude até agora?

Eu não penso assim, eu não me importo com ninguém. Eu estava sempre rodeada por pessoas famosas e descobri que não há diferença entre nós e qualquer outra pessoa. O que realmente importa é o que fazemos, como Sharon Stone na noite em que eu subi no palco, podemos dizer que ela tem realizado algumas coisas em sua vida e até mesmo Kenneth Cole. Elas merecem apreço por aquilo que fizeram pelo mundo.

Você acha que as pessoas não sabem se comportar de uma forma natural com você porque você é famosa?

As pessoas não sabem o quão amigável eu sou até me conhecerem. Quando as pessoas entram em uma sala em que eu estou, elas não esperam o entusiasmo que eu sinto em relação à elas.

O que elas pensam?

Eu acho que quando elas encontram outras estrelas, esses astros estão cercados por seguranças e impecáveis sobre a maquiagem e cabelo. Eu faço a minha própria maquiagem, não tenho ninguém me vigiando e não gostaria de ter uma equipe para me acompanhar.

Qual é seu produto de maquiagem favorito?

O batom é meu favorito porque é muito fácil de aplicar e eu não sou fã de maquiagem nos olhos. O batom é fácil de transportar e especialmente para as meninas. Eu ainda sou jovem e não preciso passar um monte de maquiagem.

Você já teve que enfrentar um dia de pele ruim?

Sim, hoje. Se eu não tivesse colocado minha maquiagem em cima, você estaria vendo minha pele horrível coberta por espinhas. Quando eu estava na escola, eu costumava sofrer de uma pele muito ruim, então eu sempre lavo meu rosto e cuido da minha pele, porque ela é muito sensível, assim como meu pai, então eu sempre vou culpá-lo.

Quantas tattoos você tem?

Eu tenho muitas.

Mas você fez uma nova?

Sim. O evil robot é o apelido do meu irmão. Eu tenho mais de 30 tatuagens, eu não conto, mas a maioria delas são pequenas.

Você viveu sua vida intensamente e ainda é jovem. O que você diz sobre a vida agora?

Eu digo que a felicidade é a única coisa com a qual você deve se preocupar. Quando eu era pequena eu ficava nervosa sobre tudo, mas, agora, eu não sou mais assim. A vida não é tão difícil. Ter 16 e ser bonita não é uma coisa difícil. Nessa época, eu pensava que era muito feia e me odiava e sempre chorava. Então eu descobri que era muito bonita e nem sabia. Mesmo agora, quando eu não me sinto segura e me sinto ansiosa, eu penso como eu vivi com essas propriedades na minha vida antiga. Mesmo quando eu tinha 11 anos, eu costumava pensar que eu não era boa o suficiente como todo mundo, eu não fiz esportes como o resto, e mesmo que meus pais nunca me comparavam com ninguém, eu costumava fazer isso. Agora, eu aprendi que não é tão difícil.

Por isso se sentia solitária…

Sim, adolescentes se sentem solitários e sentem pena de si mesmos. Isso é tudo por causa da mudança hormonal e suas emoções parecem estar fora de controle. Eu sempre sentia que não estava segura.

Você fez bastantes coisas. O que faz você se sentir completamente realizada em sua carreira como cantora?

O ano passado foi superficial para a mídia, que não agregou valor real para tudo o que eu fiz. Este ano, a minha colaboração com a MAC e meu interesse em moradores de rua são duas coisas boas para mim, porque não há uma segunda intenção por trás disso. Quando eu gravar meu próximo álbum, eu vou doar todo o dinheiro para os desabrigados. Eu vou ter um grande motivo para cantar ao invés de cantar para mim mesma e para outras pessoas. Dessa forma, eu dou um motivo real para o que eu estou fazendo.

Como você define bem-estar? O que é bem-estar para você, se você tem tudo?

Sinceramente, quando as pessoas vêm à minha casa elas ficam surpresas. Meus cães correndo na casa e eu não tenho cuidado com as coisas. Bem-estar para mim é um dia normal na minha cama, acompanhada por meus cachorros e assistindo filme. Isso porque eu gasto muito do meu tempo em avião e hotel de luxo, mas o hotel nunca é tão confortável como meu banheiro e cama. Eu posso estar em qualquer lugar no mundo, mas me sinto melhor na minha casa com meus cães.

Como uma ídola, qualquer erro seu a mídia não deixa passar em branco. Será que você coloca pressão sobre você?

Eu não penso em nada disso, eu sigo em frente. Eu não sigo várias coisas na internet, eu só navego porque sou apaixonada por moda e arte. Eu não uso o Twitter por essas razões, eu posto minhas fotos no Instagram, porque me sinto muito mais segura.

Você faz isso para se proteger ou porque é sensível?

Eu não me importo, eu não quero saber. Estou muito feliz e segura e não quero ver minhas imagens ao redor da mídia me perguntando se eu estou grávida ou não. Eu sou uma pessoa normal, eu tenho sentimentos.

Quem é seu designer favorito?

Eu amo Jeremy Scott…


Publicada por: Henrique Silveira

Deprecated: WP_Query foi chamado com um argumento que está obsoleto desde a versão 3.1.0! caller_get_posts está depreciado. Utilize ignore_sticky_posts no lugar. in /home/mileybr/public_html/wp-includes/functions.php on line 5144
relacionado
12.01.2021
relacionado
20.12.2020
relacionado
19.12.2020
relacionado
14.12.2020
comente a postagem!
error: Content is protected !!