25.07.2018

 


A famosa e renomada revista musical ”Billboard” divulgou recentemente um ranking feito por críticos especializados elegendo os maiores videoclipes do século 21. Cantores como Madonna, Taylor Swift, Lady Gaga, Beyoncé também marcam presença na lista. Miley Cyrus aparece 2 vezes na lista com seus hits ”We Can’t Stop” e ”Wrecking Ball”.

# 80 – Miley Cyrus ” We Can’t Stop ” (dirigido por Diane Marte, 2013)
Há uma fase de ponta em uma nova era, e depois mergulhar de cabeça: seguindo seu álbum de baixo desempenho Can’t Be Tamed (2010), Miley Cyrus escolheu o último em 2013, reinventando-se no primeiro vídeo da campanha de Bangerz e corajosamente iniciando sua carreira adulta. O vídeo de ”We Can’t Stop” apresenta uma festa em uma casa cheia de devassidão e twerk, mas apesar de todo o excesso de hip hop de que Cyrus estava claramente envolvida, o clipe de Diane Martel também oferece várias peças exclusivas como a mochila teddy bear e a a escultura de crânio francês.

#19 – Miley Cyrus ”Wrecking Ball”
“Wrecking Ball” não foi o single principal de Bangez da Miley, mas nada daquela época, nem mesmo sua controversa performance no MTV Video Music Awards, mas nada daquela época, nem mesmo sua controversa performance no MTV Video Music Awards, forçou os espectadores a reconhecer Cyrus em seus próprios termos mais do que esse clipe dirigido por Terry Richardson. Nele, Cyrus não provoca ela, bom, usa uma ferramenta robusta, frequentemente encontrada em lugares de construções, para esmagá-los, fazendo o que pode para inspirar sentimentos, qualquer sensação, naqueles que estão assistindo. Há cenas de bruta emoção com os closes de seus olhos lacrimejantes, que Cyrus disse que foram feitos para lembrar de “Nothing Compares 2 U” de Sinead O’Connor. E então há a atenção mais polarizada Cyrus lambendo uma marreta, aparecendo nua sobre o objeto do título enquanto ele se movimenta. Cyrus fez o que pôde para obter uma reação, e ela não se importou com o tipo de pessoa que demonstrou ser enquanto as pessoas estavam assistindo. “Acho que as pessoas vão odiar”, ela disse à Rolling Stone na época, “e então, quando chegarmos na ponte da música, eles terão uma pequena lágrima e falarão ‘Porra!’… É algo que as pessoas não vão esquecer.”

 

Fonte: Billboard  

 


Publicada por: Bruno
relacionado
18.10.2020
relacionado
16.10.2020
relacionado
30.08.2020
relacionado
14.08.2020
comente a postagem!