28.08.2020

Miley concedeu diversas entrevistas a rádios e podcasts para divulgar seu novo single, Midnight Sky.

O MCBR decidiu traduzir todas elas e você pode conferir agora a entrevista de Miley a rádio 104.3 MYfm.

Tradução: Letícia de Abreu – Equipe MCBR

Entrevistador 3: Olha só!
Entrevistador 2: Meu Deus!
Entrevistador 1: Eita!
Miley: Olá
E3: Oi!
M: Essa é a primeira vez em muitos meses que eu posso culpar estar ocupada por me atrasar.
E1: Não se preocupe sobre isso, nós estamos tão impressionados com o seu fundo que você fez para isso.
M: É meio que meu nome do meio, sabe
E2: Isso é ótimo! Eu tenho um clorox atrás de mim, o que é bem legal e mostra que eu um baller.
M: Acho que todos estamos presos nisso
E2: Fantástico! E como você está? É ótimo te ver.
M: Também é muito legal ver vocês também, é ótimo estar conectando com as pessoas hoje, e, você sabe, nos últimos meses eu sinto que isso é meio que meu serviço, na música, mas tentar me manter conectada porque isso tem sido definitivamente uma tarefa e eu acho que isso é o que todos estão tentando fazer, então eu estou feliz de estar no telefone com humanos.
E2: Bem, você ia meio que adiar o lançamento de música por um tempo por causa da pandemia, então você decidiu lançar esta e você tem seus fãs e todos nós que trabalhamos em um frenesi. Essa é uma nova Miley? Uma Miley diferente? Ou é a verdadeira Miley? O que estamos vendo?
M: Na verdade, eu ouvi a música algumas vezes esta manhã porque às vezes quando escrevemos algo, geralmente quando eu escrevo uma música, eu escrevi meses atrás e então você a lança e você se sente desconectado dela, mas eu só escrevi essa música quatro semanas atrás e a forma como isso aconteceu, eu estava escrevendo um tratamento, este é meu primeiro vídeo auto-dirigido e eu estava escrevendo um tratamento para outra música minha, e o Andrew Watt, que é meu parceiro criativo e produtor, veio e tocou para mim esse faixa no celular dele e de primeiro eu fiquei meio “Andy, eu preciso focar no que estamos fazendo, nós estamos filmando um vídeo em uma semana” ele “eu sei, mas por algum motivo, mesmo que só os visuais e você está meio que nesse pedaço de música”, então ele tocou para mim e de repente senti como se alguém tivesse me entregado essas páginas que foram feitas para contar minha história agora, foi como o melhor presente de um diário que eu já recebi, eu senti que a parecia ser a base sobre a qual eu poderia construir uma espécie de controle sólido e direto sobre minha própria narrativa, porque no ano passado, e eu acho, nos últimos 15 anos, minha narrativa foi contada pela pressão ou pela mídia, então eu tentei minhas próprias palavras e minhas próprias articulações e minha própria poesia, para realmente clarear onde eu estou e isso realmente parece, você sabe, um pouco para trás isso, penso que especialmente como mulheres, nós constantemente clareando para nós mesmas e sentimos como justificativa, mas isso pareceu como o tempo certo para realmente ter controle da minha narrativa e essa faixa fez parecer que era a base perfeita para isso.
E1: Isso é maravilhoso.
M: Obrigada.
E3: E eu sinto como se isso tem sido você durante sua carreira, é ter o controle e ter essas influencias pesadas para outras mulheres e apenas de ser essa voz para nós, é como se “essa sou eu”, é isso que você consegue.
M: E você sabe, a letra na música, no final dos dois versos, que diz “para sempre e sempre, nunca mais” e eu estava pensando no que isso significa, essa manhã, antes de entrarmos no telefone, eu ouvi a música e pensei “o que eu estava tentando dizer aqui” e eu acho que especialmente como mulheres mais novas, nos disseram para nos comprometermos como se fosse seu melhor amigo para sempre, você sabe, tão cedo quanto você pode se lembrar, você não consegue se lembrar de ter se apegado em um “para sempre” em tantos relacionamentos, além de ser, controlado também, “você está amargo e cansado, você não acredita na eternidade porque foi ferido”. Não, não acredito porque eu tenho um bom senso de realidade e relacionamentos sazonais e eu simplesmente acredito que há um momento na sua vida para tudo e algumas pessoas, tem algumas histórias de pessoas que ficarem juntas desde os 15 anos até os 70 e é como se muitas dessas pessoas realmente não tivesse vivido a vida em ritmo acelerado, especialmente em nossa sociedade moderna, não apenas para mim como uma ‘celebridade’, mas a sociedade moderna mudou muito o quão rápido nós crescemos, porque nós temos acesso a muita coisa e eu realmente pensei sobre isso, uma das letras mais importantes, eu acho que é as pessoas entenderem o que quero dizer com ‘para sempre nunca mais’, isso realmente nos deixa sentindo como fracassados se algo não é para sempre, e no caso isso é apenas a realidade.
E2: Mandou bem! Eu gostaria de tocar a música agora. As pessoas as vezes, eu falei sobre isso quando estávamos no ar, vem na sua vida por um período e elas estão lá por um motivo e nós aprendemos que elas são um personagem na vida, são uma página da nossa vida, tem vários personagens na nossa vida e isso é ok, as pessoas vão entrar e sair da sua vida em vários momentos, mas no fim é a sua história e você faz o que pode com as aparições dessas pessoas em sua própria história.
M: Com certeza e definitivamente não é aceitável crucificar as pessoas por falharem em relacionamentos porque isso é muito humano e eu não acho que tenha um relacionamento falho, de novo, é um bloco de construção de quem você vai ser e eu não acho que um relacionamento pode realmente ser um fracasso.
E2: Essa é uma maneira muito positiva de olhar para isso ao invés de olhar para isso como se algo fosse pesar sobre você, você vê isso como um trampolim na vida para se encontrar em um plano mais elevado.
M: Todo dia, quer dizer, eu estou trabalhando nisso, eu gosto de trabalhar duro em mim mesma eu gosto de crescer e, dores de crescimento são tipo talvez seja um fetiche estranho meu, eu meio que gosto de dores de crescimento, elas são desconfortáveis e eu estou passando por elas essa manhã, estou me sentindo tipo, sabe de novo, como todo mundo, eu estive no meu casulo corona, e estou totalmente confinado e há um pouco de ansiedade sobre “estamos bem, aqui vou eu de novo” como se estivesse me pendurando no alvo de dardos, deixo-os ir, e de novo, pensei em como me tornei duro, mas não frio e não fechado, mas a vida é difícil e o amor é difícil e não é como um cansaço, é que estou tranquilo em dizer que sou como uma pessoa durona que pode aguentar o que a vida joga em mim e eu vou jogar de volta e não uma maneira de como retaliação, rancor ou vingança, mas estou apenas no jogo e é isso.
E2: Ah, nós estamos tão felizes por você estar aqui, e isso é engraçado porque você já está se abrindo muito hoje na entrevista sobre como está se sentindo em seu casulo de corona e tudo mais e, por favor, não me leve a mal, mas há um sentimento pelo meu lado e eu sou um cara mais velho e eu temos um filho e tudo mais de 12 anos, eu vejo você como uma mulher, eu vejo você como uma garotinha, eu vejo você e isso você não precisa da minha proteção nem nada, você é você, mas estou sentado aqui e eu não quero que ninguém diga nada de ruim sobre você, você é apenas um ser humano, parece que você tem um coração muito bom e já esteve aqui antes e tentou fazer minha esposa usar pasties no natal
E1: É verdade.
E2: É tudo verdade, ela disse para minha esposa para vestir uma roupa e fazer um pequeno jingle ball para mim no natal, mas parece que você está em uma boa situação e é uma pessoa tão boa que desejo nada além do melhor, sério.
M: Obrigada, muito obrigada, eu estava pensando, você sabe, você meio que percebeu meu set aqui e você disse que eu fiz tudo e mostrei tudo e sim isso sou eu e tudo na minha vida e uma coisa que eu queria mencionar é que o tipo de continuidade no vídeo e obviamente aqui está a bola de discoteca e eu acho que o motivo disso ser tão importante não é porque ela representa uma festa dos anos 70 que claro que eu tenho de referência muitas músicas dos anos 70 e eu adoro isso, mas é sobre o que a bola de discoteca representa no nível da alma, então é um monte de pedaços quebrados que são colocados juntos novamente para fazer um objeto inteiro e quando a luz finalmente está brilhando sobre eles e você pode sentir esse aprendizado, você sabe, à luz de uma boa lição, imagine o que isso cria, as pessoas são no total todas bolas de discoteca e então quando você vê uma pessoa quebrada que se recompõe, devemos ficar maravilhados com ela, não devemos julgá-la , deveríamos começar a aprender como fazer isso e eu sempre tive um fascínio por bolas de discoteca porque gosto da ideia de que são um monte de pedaços quebrados colocados de volta.
E1: Que bacana, nunca tinha pensado nisso.
E2: Quão legal é isso?
E3: Eu amei isso.
E1: É uma boa analogia.
M: Isso é tão atrativo, não somos atraídos pelo tipo de pessoas quebradas que encontraram seu caminho novamente? É legal.
E1: Eu te conheço e tenho certeza que todo mundo está tentando falar com você sobre isso, mas você postou aquela foto com Dua Lipa e disse que ela ouviu o que nós não ouvimos, é essa a música que você estava se referindo ou é um EP ou o completo álbum, do que você está falando?
M: Dua ouviu meu record até onde está até aqui e, de novo, acho que todos nós estamos passando por uma mudança muito rápida, parece que 2020 é apenas uma metamorfose e está tudo tipo “uma loucura”. Então, eu espero que ela tenha ouvido o record, mas eu tenho a sensação de que essas experiências da vida acontecendo em uma velocidade tão incrível que haverá mais músicas ou talvez eu supere algumas dessas músicas, foi isso que aconteceu com “Midnight Sky”, eu entrei tipo ‘talvez eu consiga vencer esse recorde o qual estou fazendo um videoclipe’ e eu acabei, eu nem tinha cantado o refrão ainda no microfone e olhei para a linha de Andrew que foi meu primeiro single e disse uma coisa boa porque eu já tenho o estúdio para o videoclipe na próxima semana, eu só tenho que enviar a nova música para todos e trazer todos a bordo, mas na verdade não, agora, estou em um lugar onde me sentiria bem, eu realmente não preciso trazer as pessoas a bordo, eu posso apenas fazer tudo o que eu quiser, então é muito bom.
E2: Que bom!
M: “Só para você saber, vou fazer isso neste fim de semana, por favor, me dê um bom orçamento porque não vai ser barato”.
E2: Eu amo que você esteja em uma situação tão boa, parece que você fez um exame de consciência durante a quarentena e outras coisas também e está se conhecendo melhor como todos nós fizemos. Você já fez alguma limpeza em sua casa, percorreu o caminho da memória com coisas, encontrou um diário antigo ou algo assim?
M: Cara, então, eu tive o incêndio em uma casa em Malibu e perdi muitos jornais e coisas assim e meio que pensei que algumas coisas estavam faltando e não estavam, então eu encontrei algumas coisas que eu pensei que tinham sumido, como alguns jornais e especialmente fotos, minha avó está morando numa casa de idosos desde que tudo começou e não podemos ir vê-la, obviamente, então eu encontrei todas essas fotos incríveis da minha avó que veio aqui, minha avó veio para a Califórnia de férias com meu avô e ele foi convocado e teve que ir para a guerra e ela ficou presa em Los Angeles e basicamente morava super perto de onde eu estou agora, ela cuidava dos jardins das pessoas e eu não tinha ideia de que minha avó tinha morado em Los Angeles ou soube o que o vale era, minha avó dirige um cortador de grama como um veículo real. Nunca pensei que minha avó tivesse estado em Los Angeles, então, aparentemente, minha avó era como um jardineiro no vale e eu encontrei todas essas fotos maravilhosas dela.
E1: Isso é maravilhoso!
E3: Fala sério!
E2: Essa é uma história que obviamente ninguém ouviu antes, obrigado por compartilhar isso, isso é realmente incrível!
M: Minha avó estava na verdade em um quimono de seda bordado que meu avô tinha enviado do Japão e a primeira coisa que eu fiz foi mandar uma foto para Dolly, porque eu estava tipo ‘você não vai acreditar que minha avó, eu sempre pensei que herdei minha moda de você, você sabe, e tipo, não! Eu percebi que vovó Ruth era essa moda. Como se ela fosse assim no vale com vestes personalizadas de seda bordadas como se eu dei a Dolly o crédito que totalmente não estava dando à vovó Ruth.
E2: E como ela está? Ela está bem? Vocês conseguem conversar por facetime e coisas assim?
M: uma das minhas avós, pela parte do meu pai que dirige um cortador de grama, ela realmente é muito boa com tecnologia, meu pai não tem wi-fi, mas ela tem. Meu pai não permite wi-fi, e que eu respeito
E1: Por quê?
M: Acho que não podemos incomodá-lo talvez, algo como “nenhum serviço na fazenda”.
E2: Ok.
M: Minha avó tem wi-fi, minha outra avó está na casa morando na casa de idosos, foi totalmente aleatório, havia uma gata em uma casa que tinha estado abandonada por nove anos e morava no banheiro e eu a encontrei no dia em que o cachorro da minha avó morreu, então eu pude dar a ela essa gata e agora essa gata e minha avó são melhores amigas e não estão sozinhas durante a corona. Derreteu todo o meu coração porque o cachorro da minha avó tinha uns 14 anos, ele morreu e eu encontrei essa gata no mesmo dia, não era pra ser assim?
E3: É isso que ela precisava.
M: Ela mudou o nome dela para Calico, porque ela é uma calico da Califórnia.
E2: Você sabe o que é interessante para tantas pessoas, e tenho certeza que você teve isso durante toda sua vida, pessoas olhando para você como ‘oh Miley Cyrus uau, que vida ótima ela leva’, e somos todos iguais inerentemente no meio da crise do covid-19 porque todos nós temos entes queridos dos quais não podemos estar perto, então fama, fortuna, glória, o que quer que esteja por trás de alguém não importa quando você só quer abraçar sua avó, você só quer estar com sua família.
M: Minha avó está começando a ficar um pouco esquecida, então ela me contou sobre o mesmo episódio de dr. Phil toda vez que conversei com ela.
E1: Bem, é um episódio muito bom.
E2: Eu vi, é muito bom.
M: Estou aprimorando minhas ferramentas de atuação porque tenho que fingir que nunca ouvi falar disso na minha vida, eu tenho que fazer reações falsas como “não? Espere. Isso é loucura”. Já ouvi isso 55 vezes, mas deixo estar.
E2: Dr. Phil está feliz com isso
M: Ela só assistia ao Dr. Phil e gosta apenas dos programas do Tolkien e é realmente meio estranho.
E3: Diga a ela que o dr. Phil vai ter um novo neto em breve, seu filho acaba de anunciar que estão esperando.
M: Meu Deus, eu tenho certeza que ela sabe, eu não espero que isso seja uma informação nova
E2: Última coisa, você tem algum de seus amigos, porque Jill está passando por isso agora, ela está em casa solteira e está namorando alguém virtualmente, um pretendente de quarentena virtual, você tem amigos ou parentes que estão passando por esse momento de vida amorosa pelo Facetime?
M: Eu não tenho, mas soa legal. Sou uma pessoa que, não sei se você… Você conhece a sua linguagem de amor? Você sabe, há um questionário inteiro.
E2: Acho que você me perguntou antes e eu não sabia.
M: Você não conhece sua linguagem do amor? O meu é tipo, hm, são meus atos de serviço, eu gosto de fazer coisas para as pessoas e gosto de pessoas fazendo coisas para mim. Mas um tipo que eu sei que não sou, é o de toque físico, eu realmente não gosto de ser tocada muito, então isso parece para mim, que honestamente, a propósito, tem sido tão bom durante a corona, ninguém precisa preocupação com isso
E1: isso é verdade.
M: você sabe, estou a uma distância de dois metros, não há problema. Meu pai fica tipo ‘não é tão bom? Tipo, eu tenho feito distanciamento social desde os anos 90’, ele é tipo “Eu tenho pensado que era estranho o quanto nós abraçamos e apertamos as mãos e coisas assim”. Honestamente, pessoas como eu e meu pai que são um distanciador social natural, mesmo que você olhe para algumas fotos do Meet and Great de Bangerz, onde eu beijo meus fãs, mas isso só às vezes. Mais uma vez, sou uma extremista. Então, namorar online parece bom.
E2: Eu sou um germafóbico, eu entendo. Mas você não teria uma boa massagem nos pés, não gosta, uma massagem maravilhosa nos pés?
M: Não, eu honestamente, eu acho que é, eu só sou muito estranha, não. Assim, em geral, muita fofura, eu realmente não sou doce assim, sou muito durona.
E2: Bem, quero dizer, uma massagem nos pés não tem que ser tipo ‘oh querida, isto está bom, está se sentindo bem? Pegue aqui, faça aquela massagem nos pés
M: Alguém vai entrar aí, sim, mas eu provavelmente chamaria minha irmã, quando ela estiver em um bom dia para fazer isso. Noah, minha irmãzinha, ela é tão boa nisso, sempre a colocava nas minhas costas e essas coisas, ela é a melhor massagista de todos os tempos, então se alguém vai esfregar meus pés só vai ser a Noah, mas desde que ela fez 20 anos, ela não está mais nisso.
E2: Ela não tá fazendo isso, tipo “isso fede”.
M: Não…
E2: Eu tento com meu filho, tô tentando pagar pra ele massagear meus pés, ele tem 12 anos e os músculos dele estão ficando bem fortes
M: Até eu pensar em quantas massagens grátis eu dei aos meus pais, tipo, meu pai, quando eu não era tão grande quanto sou agora, tipo, “apenas dê um passo nas minhas costas, apenas dê um passo aqui” eu estava sempre pisando em meus pais. Como meus pais ficam se perguntando todas as vezes que descem para amarrar os sapatos, enquanto ficam de costas, eu fico tipo “você teve cinco filhos, todos nós estávamos andando em cima de suas costas assim”, parece que não sabíamos o que estávamos fazendo. Eu pulava na espinha do meu pai.
E3: Ai meu Deus.
E2: Não parece que você está qualificado para ser uma criança quiroprata.
M: Eu não sou uma pessoa muito sensível, então meu pai ficava “querida, você pode andar nas minhas costas bem aqui” e, claro, eu diria ‘claro pai, sem problemas’ e então pulava o mais forte que conseguia no coitado, ele literalmente não consegue mais amarrar os sapatos porque suas costas doem muito e tenho certeza de que é minha culpa.
E2: Não é sua culpa.
E3: Não, não.
E1: Você não precisa amarrar botas de cowboy, então apenas coloque-as
M: Meu pai só usa botas de cowboy porque não consegue amarrar os sapatos porque não sabe, porque nunca precisou. Não acho que meu pai…. Se meu pai só está usando botas de cowboy porque não sabe amarrar os sapatos, eu honestamente não ficaria chocada.
E2: Isso é hilário. Ei, ouça, parabéns, nós amamos a música, é tão bom ver você de novo, estou feliz que você esteja bem, todo o nosso amor à sua família e quando você vier, será bom vê-la pessoalmente de novo também, isso vai ser incrível.
M: Claro, talvez possamos nos abraçar.
E1: Não vamos tocar em você.
M: Ok, isso é ótimo.
E2: Massagens?
M: Não chegue perto dos meus pés. Super estranho.
(risadas)
M: Obrigada, gente!
E1, E2, E3: Obrigado, Miley!


Publicada por: Elton Junior
relacionado
17.09.2020
relacionado
11.09.2020
relacionado
07.09.2020
relacionado
31.08.2020
comente a postagem!