07.07.2020

O documentário ‘Suzi Q’ de Suzi Quatro, depois de um ano sendo produzido, acabou de sair, mas a baixista pioneira do glam-rock, que vendeu 50 milhões de discos no mundo todo, já está definindo sua visão em sua próxima aventura cinematografia: uma biografia. E ela já tem algumas atrizes na cabeça que poderiam representar sua marcante característica de usar um Macacão Tuscadero de couro para o papel, incluindo duas estrelas adolescentes famosas.

Miley Cyrus foi uma das sugestões e por engraçado que seja, – e eu sou uma fã, ela é ótima, e uma garota talentosa – muito dos fãs parecem não gostar dessa conexão e eu não sei o porquê”, Quatro conta para o Yahoo Entertainment/SiriusXM Volume.

“Outra sugestão foi Billie Eilish. Essa tem sido sugerida. Tem outra atriz, mesmo que eu tenha que ver o que ela já fez, sugerida por mais de uma pessoa: Melissa Roxburgh. Todo mundo foi contatado, e todas elas querem ver o roteiro e todas estão assistindo ao documentário. Mas tudo que eu posso dizer é: eu sei que há uma certa vibe. É uma vibe, e essa vibe, qualquer que seja, você não consegue atuar”.

Quatro fala que, mesmo com os mal-entendidos de seus fãs, ela acha que Cyrus “tem muitas características” dela: a habilidade de atuar, a técnica vocal, o gosto pelo couro, e até mesmo o mullet. “Então, eu preciso conhecer ela e dizer, ‘Sim’. Eu apenas preciso ter aquela conexão. Ela quer o roteiro e também as pessoas que trabalham com a Billie Eilish, e aí nós veremos. Eu vou saber a pessoa quando eu conhecer pessoalmente. Quando eu entregar a minha vida para alguém atuar, eu quero que seja a pessoa certa”.

Quatro fala que o roteiro da biografia será entregue em duas semanas, mas ela ainda não pode divulgar qual diretor está relacionado com o projeto. Mas durante o processo, ela está promovendo animadamente o ‘Suzi Q‘ – e tem uma cena de 1982 no documentário que certamente Cyrus, Eilish ou Roxburgh podem ter um momento de crise: quando Suzi ganhou o concurso Britain infamous “Rear of the Year”, e um dos apresentadores ficou tocando demais nela no programa ao vivo.

Quatro claramente mantem o senso de humor sobre o incidente ao vivo, admitindo aos 70 anos, “eu não me importo de falar que eu sempre tive um ótimo traseiro. Eu sempre tento olhar atrás no quarto pra ver se consigo ver, você sabe!”. Mas ela fica seria ao falar sobre as mulheres – principalmente aquelas que, pode ser discutido, pavimentou o caminho para Cyrus e Eilish – que cantam suas partes em ‘Suzi Q‘, incluindo Debbie Harry, Kathy Valentine e Abby Travis do Go-go’s; Talking Heads’ Tina Weymouth; L7’s Donita Sparks; e Cherie Currie, Joan Jett e Lita Ford do Runaways.

“Eu vou levar isso para o meu túmulo, porque o que eu percebi foi que isto está acontecendo, sem eu querer dizer – e eu não minto, sem eu querer dizer- eu dei a essas mulheres, que não sabiam aonde elas pertenciam, um lugar em que elas pertenciam. Isso traz lagrimas para os meus olhos”, Quatro admira. “É incrível. E a verdade é que a única razão que isso aconteceu foi porque eu sou sempre pé no chão: que não iria me comprometer, não iria mudar quem eu era e apenas mantendo assim foi que eu consegui abrir a porta e wow. Quando é você no telão, você não acredita em si mesmo”.

Tradução: Lara Moraes – Equipe MCBR

Fonte: Yahoo!


Publicada por: Elton Junior
relacionado
18.10.2020
relacionado
17.10.2020
relacionado
16.10.2020
relacionado
31.08.2020
comente a postagem!