19.09.2020

Na última semana, Miley esteve no programa The Kyle & Jackie O Show da Austrália para um papo descontraído sobre, claro, o lançamento de Midnight Sky, mas também o país Austrália (e os australianos), coronavírus e a quarentena, Hannah Motana e muito mais.

Miley já começou a entrevista animada, pois foi apresentada como cantora, atriz, produtora e a única cantora mulher a ter 5 álbuns número 1 no Billboard 200 antes dos 21 anos, além de amar os australianos.

Assim, o início da conversa foi sobre a Austrália e sobre como seus fãs cresceram com ela, desde Hannah Montana.

“Falando da minha relação com a Austrália, que foi minha segunda casa nos últimos 10 anos não só para turnês profissionais, temos uma conexão única por ficar lá e crescer. Já sobre crescer com os fãs, eles eram crianças, eu era também. Isso é único e são poucos que podem falar isso. Meus fãs foram à minha festa de 16 anos na Disney porque eles sempre foram parte da minha família também.”

Depois falaram sobre a importância de Miley e o fato dela representar muitas pessoas, ainda em um ano como 2020.

“Tenho sorte de continuar trabalhando em 2020, nesse ano estranho, e ser parte da comunidade. É importante trabalhar para viver também. Ajuda na nossa mente, criatividade e como podemos crescer. A dedicação para ser a melhor e meu time que quer ser o melhor me ajudam muito porque definitivamente não é um trabalho só meu, mas vale muito a pena.”

E o papo desenrolou para a performance de Miley no VMA quando os apresentadores questionaram sobre a possibilidade dela ter “revivido” o momento Wrecking Ball por ser uma perseguição em sua vida.

“Tem gente que tem pesadelos em que vão chegar na escola ou no trabalho de calcinha e sutiã e esse, na verdade, é meu dia a dia. Todos sabemos que 2020 foi o ano do inesperado e nada foi normal, mas eu pensei que eu ficar pelada e balançar numa bola de destruição ou de balada traria algo de “normal” para o mundo. As pessoas pensariam “A Miley ainda faz essas coisas, então está tudo bem.””

Sobre a pandemia e como está lidando com o coronavírus, Miley contou que ela e sua família estão divididos entre Los Angeles e Nashville, no Tennessee, e que definitivamente é o período mais longo que fica longe de toda a família. Ela também reforça a sorte que tem de ser cantora e poder continuar trabalhando, afinal sua indústria é exatamente o que o mundo precisa agora: entretenimento desse momento intenso.

“No começo eu fiquei na dúvida se era o momento certo [para lançar uma nova música], mas no final minha intenção com o clipe e a música é essa, que tudo o que o mundo está vivendo é que precisa de 5 minutos de férias e uma escapatória cheia de glitter, roupas coloridas, lembranças dos anos 70 e é isso.”

Os apresentadores ainda falaram sobre sua participação no podcast Call Her Daddy, junto com o lançamento de Midnight Sky. Com muitos elogios ao programa, também comentaram que adoraram poder conhecer mais afundo e pessoalmente Miley, além da representatividade que ela traz. “Você mostra o que o mundo realmente é e deixa o mundo aberto a aceitar o amor que existe.”

“Eu adoro o podcast Call Her Daddy e também sempre adorei ter essas conversas mais profundas. Também acho importante abordar assuntos diferentes para as mulheres que não tem em outras plataformas, assuntos que elas não podem encontrar em outros lugares. Eu quero ajudar. Principalmente fazer com que elas aceitem seu poder, falar de sexualidade e é engraçado que provocar as pessoas faz parte da minha identidade já, mas eu só quero promover a liberdade e independência.”

Já sobre Hannah Montana, uma pergunta ousada com uma resposta inesperada? Miley foi perguntada se ela já imaginou voltar com Hannah Montana na televisão.

“Eu adoraria! Tempo é tudo. É como uma camiseta que quanto mais velha fica, mais você quer usar, tem mais valor.”

E quando o álbum será lançado?

“Estou tentando descobrir ainda por conta das mudanças o tempo todo. Eu criei um álbum totalmente EU e inspirado em Billy Idol, parece um drink, um pouco Billy um pouco Idol. Ontem me perguntaram os primeiros álbuns que comprei e lembro que era uma promoção de compre 2 e leve 3. Eu sai com um cd da Britney Spears, do Metallica e do Blink 182. Isso mostra bem minha personalidade.”

Ao final, Miley comentou que o lockdown (quarentena) começou na Austrália no mesmo dia em que tinha um voo para o país em fevereiro. Então, prometeu voltar assim que for seguro para todos: sua família, amigos, fãs e banda.

Ao final os apresentadores ainda brincaram com Miley sobre não saber se ela está solteira ou não, mas que ela pode “ir às compras” agora, caso esteja solteira. E Miley finaliza com a incrível frase:

Faz muito tempo que eu não posso ir “às compras” na Austrália.

*Esta tradução foi feita de modo geral, não sendo feita ao pé da letra e em todos os detalhes, mas trazendo os principais pontos e assuntos da conversa e entrevista.

Você pode ler todas as entrevistas recentes de Miley traduzidas clicando aqui!


Publicada por: Débora Brotto

Deprecated: WP_Query foi chamado com um argumento que está obsoleto desde a versão 3.1.0! caller_get_posts está depreciado. Utilize ignore_sticky_posts no lugar. in /home/mileybr/public_html/wp-includes/functions.php on line 5062
relacionado
25.10.2020
relacionado
20.09.2020
relacionado
17.09.2020
relacionado
11.09.2020
comente a postagem!