09.09.2021

Como fãs de música, nós sabemos tudo sobre festivais de música. E, como Smilers, amamos ver Miley Cyrus arrasar em cada apresentação em festival que ela faz.

Desde que a pandemia fechou a indústria da música ao vivo em 2020, esperamos ansiosamente pela temporada de festivais de 2021. No início, era imprevisível. Por sorte, com os mandatos de vacinação e testes de covid, muitos festivais puderam acontecer.

Para Miley, Lollapalooza deu início a seu festival neste ano, seguido do BottleRock em Napa Valley. No final deste ano, ela também vai aparecer no Summerfest, Midtown Music Festival e Austin City Limits para finalizar suas apresentações em festivais.

A performance energética de Miley no BottleRock nos faz relembrar alguns de seus shows em festivais anteriores, ao mesmo tempo que ficamos ainda mais ansiosos com o que ela trará para seus próximos shows!

Seu estilo de parar o trânsito

Se o Lolla desse ano provou alguma coisa, é que Miley nunca deixa de impressionar com seus looks. No BottleRock, ela arrasou usando um terno Gaultier personalizado com um sutiã prateado aparecendo e uma luva prateada até o cotovelo. Ela parecia um sonho de rockstar moderno, mas inspirado nos anos 2000.

BottleRock seguiu seu look do Lolla, que ainda não superamos. Ela estourou no palco com “We Can’t Stop” em um traje Gucci vermelho brilhante personalizado com botas prateadas na altura da coxa que exalavam poder e magia.

Durante sua era She Is Coming, ela desfilou pelo palco com uma variedade de looks de couro grungy, começando no Primavera Sound de 2019 em Barcelona. Em sua estreia no Glastonbury, ela brilhou em uma calça de couro preto brilhante e um top branco translúcido com cabelo loiro despenteado que deu a ‘Rockstar’ Hannah Montana e, subsequentemente, se tornou um de seus looks mais icônicos até hoje.

Ela continuou a dominar os festivais de 2019 com mais couro, incluindo uma roupa toda branca em Varsóvia.

Os vocais incríveis

Gostando dela ou não, fã de Hannah Montana ou não, uma coisa sempre foi totalmente inegável sobre Miley Cyrus: sua voz. Crescendo com raízes country e rock, e então se tornando uma popstar como Hannah Montana, a voz de Miley provou ser uma das mais versáteis da indústria.

Nos últimos dois anos, ela reviveu seus antigos sucessos como “See You again” e “The Climb” com uma voz mais madura, e as músicas só ficaram mais elevadas.

Neste verão, seus covers em festivais deixaram sua marca nos fãs de música de todas as idades. “Heart of Glass” de Blondie foi apresentado a um novo público quando Miley fez o cover pela primeira vez no iHeart Festival, e ela só continuou sua sequência desde então. No BottleRock, ela apresentou uma novo cover com “Maybe” de Janis Joplin. Tudo isso, mais a maneira como ela desliza sem esforço de uma para outra, não importa o gênero, com seus vocais altos e roucos, mostram uma artista que sabe usar sua voz.

Sua presença de palco eletrizante

Atraindo uma multidão extremamente ansiosa no Lollapalooza, Miley comandou o palco com uma positividade brilhante desde o momento em que a letra de “We Can’t Stop” ecoou pelo Grant Park. BottleRock não foi diferente, atraindo uma das maiores multidões até agora. Seu apelo nostalgico para todas as crianças que cresceram com Hannah Montana, combinado com os fãs que ela conquistou mais recentemente com seus covers de rock clássico, cria um público misto de jovens e adultos.

No palco, ela é maior que a vida. Ela tem uma geração cantando “7 Things” com o coração em um momento e outro cantando “Bang Bang (My Baby Shot Me Down)” da Cher em outro.

Quando você assiste Miley no palco, fica claro que ela nasceu para isso. Como membros da geração que cresceram ao lado dela, vê-la crescer e se tornar quem ela é agora, assumidamente, foi inspirador. Sua presença de palco apenas reforça esse sentimento!

A setlist icônica

Miley não traz apenas a nostalgia com músicas de sua época da Disney, como “See You Again” e “7 Things”, mas a grande diversidade em sua setlist traz algo para nós. Há pop universalmente amado como “Party in the USA”; um toque de country com “The Climb” ou seu icônico cover “Jolene”; Glam-rock como o cover do Pixies “Where Is My Mind?” e faixas de seu álbum Plastic Hearts como “WTF Do I Know”; e pop com toques de hip-hop com “SMS (Bangerz)”, “Love Money Party” ou “23”.

Sua setlist traz um pouco de tudo para a mesa e torna cada show uma festa emocionante. E para uma geração inteira que cresceu com ela, não há nada melhor depois de um ano como 2020.

Tradução e Adaptação: Miley Cyrus Brasil

Fonte


Publicada por: Miley Cyrus Brasil

Deprecated: WP_Query foi chamado com um argumento que está obsoleto desde a versão 3.1.0! caller_get_posts está depreciado. Utilize ignore_sticky_posts no lugar. in /home/mileybr/public_html/wp-includes/functions.php on line 5496
relacionado
20.10.2021
relacionado
30.09.2021
relacionado
22.09.2021
relacionado
20.09.2021
comente a postagem!
error: Content is protected !!