23.11.2022

Hoje é um dia mais do que especial para nós, smilers! Miley completa lindos 30 anos de idade, confira a homenagem que nosso portal preparou para nossa estrela.

No show do último domingo (20/11), Miley se mostrou bastante vulnerável em sua apresentação que inclusive foi super intimista, e em um de seus discursos, questionou aos fãs como a sua música já nos ajudou em momentos difíceis. Nós do MCBR reunimos diversos smilers para responder esta pergunta, confira!

Forgiveness and Love. Na época, meus pais, assim como os da Miley, também estavam se separando por conta de irresponsabilidades do meu pai e muita homofobia comigo por ter sido tirado do armário, o que fez minha mãe optar por viver uma vida somente comigo ao invés do homem que ela sempre amou. A pressão por “não querer ser LGBT”, o começo de vida nova e difícil e toda uma preocupação vieram, mas tudo ficou mais leve quando adentrei em mim que ódio e raiva não deveriam morar no meu coração se ele era uma máquina que emitia amor e perdão. Minha mãe e a Miley foram e SÃO os maiores anjos da minha vida. ♡

Gleyson | @cyrusuho

She helped me to grow up as a fearless person since i was a child and her foundation inspired me to be a better person who helps to making big changes in the world

Manu | @Manufearless

Bom. Não sei nem por onde começar mas em meus momentos mais difíceis ela esteve lá indiretamente e diretamente. The Climb sempre me deu forças para continuar e apreciar a vida de uma forma diferente mas nada se compara com Inspired e Malibu. Ambas músicas muito diferentes que conhecemos da Miley mas que cumprem seu papel de pacificar um coração em agonia, tristeza e uma mente sempre em desvaneio contemplando o fim da sua vida. É uma inspiração para seguir lutando incrível e que sempre me entrega todas as serotoninas e endorfinas que preciso para me amar e amar a vida.

Gabriel | @wtfgabknows

Desde Hannah Montana ela me ajuda a enfrentar meus medos, e foi aí que eu comecei a cantar, me emociono só de pensar pois cada dia da minha vida desde então é marcado pela Miley. The Climb me ajudou nos momentos em que eu pensei em desistir de tudo, em fases sombrias, Mother’s Daughter me ajudou a me tornar uma mulher mais livre, FU sempre me ajudou a tacar o foda-se. É difícil colocar em só um parágrafo uma vida marcada pela extrema musicalidade de Miley Cyrus, eu só sinto gratidão!

Luiza Kat | @lkluizakat

Hate me – durante minha separação, foi uma das músicas q mais ouvi. Good bye and Vibrations e Fucked Up Forever tbm me ajudaram mto nesse processo difícil.

Jéssica Nunes | @jehsmiley

Na época em que eu decidi que era a hora de me assumir para minha família, foi muito difícil; Eu me vi perdido, sem ninguém, sem me sentir amado, pensava que minha opção sexual era um defeito, pensava que eu era um erro. Eu precisei de muito força para não desistir; eu definitivamente encontrei essa força na sua música, Miley! Graças a todo seu amor, você preencheu a parte que faltava, o amor que eu sempre almejei da minha família.

Mike Rangel | @mikerangelofc

Quando eu era criança e não entendia muita coisa sobre sexualidade e aceitação, a arte da Miley estava ali pra dizer que estava tudo ok ser eu mesmo, que não devemos desistir, que o coração bate por amor e que ela sempre estará aqui de alguma forma, por mim e por todos nós quando precisarmos dela, assim como estaremos lá pra ela sempre ❤️

Flavio Verissimo | @inflaviu

Nos piores momentos em que eu pensei e até tentei desistir de tudo, Miley em suas letras sempre falou comigo quando eu mais precisei. Momentos em que eu me senti sozinho, durante minha autoaceitação como pessoa LGBTQIAP+, e em tantos outros. Ela sempre foi e é representação de força e amor na minha vida. Sou extremamente grato por todo apoio que ela nos proporciona. Gostaria que ela soubesse o quanto ela é amada e o quanto ela é importante na vida de milhões de pessoas. A amo muito e sempre estarei aqui para apoiá-la. Happy Birthday mom! ❤❤❤

Thiago Lima | @ThiagoSmilerMC

Desde Bangerz eu consigo me identificar muito com as músicas da Miley, parece que foram escritas por mim, pois todos os álbuns descreviam todo o meu relacionamento. As músicas da Miley ajudavam a entender o que passava na vida dela, mas também ajudaram a entender a minha vida e o que eu queria pra mim. Quando eu estava imersa em um relacionamento, a Miley me ajudava a entender e expressar meu sentimentos, e quando eu saí desse relacionamento, curiosamente a Miley lançou o Plastic Hearts, e sem esse álbum, sem essas letras e sem esse apoio que eu encontrei na música, não teria encontrado minha autoestima, e não teria encontrado a mim mesma na Miley. Eu sou smiler não só por admirar a cantora, mas por, desde o VMA de 2013, encontrar coragem e liberdade na imagem dela.

Stéphani Rodrigues | @tefissacocota

A música da Miley além de ser tema dos meus aniversários todos os anos, já ajudou amigos meus com términos (adore you e wrecking ball) também me inspirou em minhas crises de ansiedade e depressão, NBLAH sendo a maior música já criada. E sempre chorando com the climb ou you always find a way back home.

Sthefany | @femalefenix

Em 2018 eu perdi a minha tia pro câncer e ouvir a Miley cantando I Miss You me faz sentir como se eu ainda tivesse ela aqui. E em 2019 quando eu me assumi bissexual, foi com a Miley que eu senti a liberdade de poder ser quem eu sou, e Can’t Be Tamed e Mothers Daughter me ajudaram a entender isso. E esse ano eu quase perdi minha mãe, mas The Most e The Climb me ajudaram a permanecer forte. Eu amo a Miley mais que tudo e espero que ela fique bem logo! ❤️

André Luiz | @andreluiz2122

Acredito que Twinkle Song foi uma música que a Miley me fez sentir mais próximo dela sentimentalmente. Pude perceber que está tudo bem amar uma pessoa e viver aventuras com ela, viver as mais diversas loucuras com esse amor e esse amor não ser pra sempre. Sentir saudade é saudável, é normal, é natural. Na música encontrei aconchego e palavras para descrever o que eu sentia. Me fez perceber que nossas vulnerabilidades podem nos fazer fortes por passar por momentos que não compreendemos no momento.

Welison | @Wellsharkk

A música da Miley me ajudou a ter coragem, não ter medo de ser quem sou, por mais diferente que seja. A música da Miley me salvou dos meus próprios preconceitos e me fez ver o mundo com mais amor.

Mayra Galdencio | @mayplastichearts

A música da Miley me ajudou quando eu tinha 12 anos e estava na fase de me conhecer, eu era muito tímida e insegura, me sentia sozinha, odiava ser eu mesma. Quando eu ouvia as músicas dela cheia de atitudes e ela sendo ela mesma sem ligar pra julgamentos isso me ajudou a nível extremo, me senti acolhida pela primeira vez na vida tinha alguém me mostrando que eu não deveria ter medo de ser quem eu sou, não ter medo de mudar, eu virei outra pessoa com a ajuda da Miley uma pessoa muito mais confiante e sem medo de mostrar pro mundo quem eu sou, sem medo de julgamentos. Quando eu to triste é ela que me ajuda, quando eu to feliz ela me deixa mais feliz, quando eu to ansiosa a música dela que tá lá me ajudando, sempre foi assim e sempre vai ser, a música da Miley nunca vai me abandonar e eu nunca vou abandoná-la.

Bruna Medeiros | @me_anurb

The Climb sempre me dá força e esperança para realizar os meus sonhos e/ou objetivos pessoais. 🫶🏻

Cláudia | @cyruswithlove

Ela me ensinou a crescer como um adolescente, afinal todo mundo comete erros, me aceitou que tudo bem eu ser gay, por que meu coração bate por amor, nunca desistir dos meus sonhos, porque a vida é uma escalada, não ligar pra opinião dos outros, porque ninguém pode f*der a minha liberdade e, principalmente, a me aceitar como eu sou, porque eu sou jovem agora.

Robério | @roberiopinho

the climb, onde por sinal tenho tatuado uma frase. Foi de extrema importância onde eu buscava inúmeras coisas e nenhuma deu certo, mas realmente foi INCRÍVEL a caminhada e a subida, quero viver dentro dessa música pra sempre e pra sempre vou levar comigo.

Maicon Pereira | @maicobomba

Considero The Climb um mantra da minha vida, pois ela me dá o suporte tanto nos períodos sombrios e de desesperança, como também nos de alegria e agradecimento, tanto que tatuei FAITH no meu pulso, para jamais esquecer da sua lição de acreditar em si com fé, e seguir em frente.

Marina Lino | @eumarinalino

Primeiro ela me ajudou qnd eu perdi meu pai com 6 anos dps descobri q o avô paterno dela morreu no mesmo ano e uns 6 dias dps do meu pai isso fez eu ficar mais conectada com ela outra vez essa mais recente foi qnd eu fiz uma cirurgia simples q era para corregi uma coisa q tinha qnd nasci, aliás, o dia q eu fiz cirurgia o médico perguntou qual música queria escutar para eu ir dormindo eu pedi ela e o dia foi 12/11 q se soma dá 23 universo faz tudo para me conectar com ela eu só tenho que agradece a ela e ao o universo. 🖤

Angel | @MileyIsVegan

“The Climb” em um momento de depressão, ansiedade, fim de relacionamento, tudo caindo aos pedaços, ouvi “The Climb” me dava forças pra acreditar que dia melhores estavam por vim, que a vida era uma escalada e tinha suas fases.

Fabricio | @Fagomez0

See you again me fez quem sou hoje estou apenas sendo eu ♡

Dayane | @dayanerolim_

We can’t stop, Miley escreveu para mim, na época eu tinha 17 anos e we can’t stop me ajudou a sair do armário para minha mãe e para o mundo. A fatídica frase “Remember only God can judge us” que me deu essa força. We can’t stop é o hino da minha vida e sempre será, está impregnado na minha alma e no meu espírito. Hoje só tenho a agradecer e amar verdadeiramente ser eu e nada mais, sem máscaras e sem armário. Obrigado Miley Cyrus Te Love ❤️

Felipe Mendonça | @lipeglb

Sou fã a pouco tempo, as músicas dela me ajudou em um dos momentos mas difíceis da vida,quando eu perdi uma amiga, e as músicas me trás uma um alívio, que eu não sentia a um bom tempo, e me ajuda a controlar a minha ansiedade e meus medos.

Ana Lilian | @analilianofc

I Miss You – Foi o momento bastante delicado na minha vida, eu não saía do meu quarto, eu não dormia direito, eu só queria ficar sozinha, e essa música me traz lembranças/memórias que eu tive com o meu Pai.

Victória | @bongsandfuckmc

Quando eu perdi minha vózinha, eu coloquei a música “The Climb”, Eu fiquei ouvindo por dias essa música. E curou minha ferida, A letra mostra que mesmo com as dificuldades da vida, sempre terá uma luz no fim do túnel.

Luis Felipe | @http.luiiss

The Climb – Todas as vezes que a minha ansiedade ataca, eu coloco ela no fone de ouvido e ouço no modo repeat, repetindo pra mim mesma manter a fé, que as batalhas e os obstáculos estarão a frente mas eu tenho que continuar caminhando e respirando, afinal, a vida é uma escalada, mas a vista é ótima! todas as músicas da Miley tem alguma conexão comigo ou com parte da minha história. Quando estou ansiosa coloco The Climb no modo repeat, quando estou chateada com um crush coloco FU e canto com raiva, quando estou pra baixo ouço Ordinary Girl pra me lembrar que sou uma garota normal como qualquer outra… enfim, sempre tem uma música da Miley para o meu dia e eu não posso deixar de escutá-la um dia sequer. eu a amo tanto que doi e suas músicas me curam e me deixam mais perto dela.

Silvia de Leon | @sihleon

Desde meus 12 anos de idade que acompanho e sou fã da miley e de sua música, sendo assim sua música me ajudou em vários momentos da minha vida, sendo oq mais me marcou foi quando meu tio faleceu e na mesma época eu ouvi muito The climb e ela me ajudou de uma maneira muito significativa na minha luta contra depressão e ansiedade ♥️✨

Natalia Kriechle | @nataliakriechle

Quando eu escuto suas músicas eu sinto uma sensação diferente, parece que eu não sou mais tão tímida, me sinto mais eu, inseguranças somem, me sinto mais feliz, e não, não é só uma fase como muitos falaram, a Miley eu vou levar pra minha vida toda!

Lívia | @smilers.brazil

Miley e sua música me inspiraram em dias difíceis quando me fez refletir sobre determinados assuntos importantes. Através das músicas delas pude falar o que nunca conseguia dizer com minhas palavras, ou pensei no que nunca poderia ter imaginado antes. Ela me toca de uma forma que me faz pensar “cara, eu também me sinto assim. Eu não estou sozinha”. E isso me faz querer continuar. Me faz amá-la ainda mais.

Maira Santa | @mairasc_

As músicas da Miley SEMPRE me ajudaram, seria mais justo dizer que salvaram minha vida várias vezes. Tive depressão com 14 anos e tinha muitas crises de ansiedade e pensamentos ruins, eu sempre colocava as músicas da Miley e eu sentia que a voz dela me trazia de volta, me acalmava, me centrava de novo e me lembrava de tudo que eu sou, de tudo que eu ainda viria a ser; fazia com que eu sempre me desse mais uma chance. Crescer ao lado dela me faz pensar que valeu a pena todas essas chances, ver que nos tornamos mulheres incríveis. Passamos por situações parecidas e sua música sempre fez com que eu não me sentisse mais sozinha e tudo que desejo é que ela saiba disso e também não se sinta só, que eu possa retribuir todo o acolhimento que ela já me proporcionou.

Marina Moreira | @marinovisky

Em 2016 passei por um momento muito difícil, quase morri por conta da bulimia e depressão, nos meus momentos de crise, me deitava e colocava as músicas da Miley pra tocar, me acalmava, me fazia querer estar viva, ela é um dos motivos por eu estar aqui hoje. ♥️

Stefanie Chaves | @slidemeaway

Em 2016 meu pai faleceu de um infarto fulminante. Ninguém esperava por aquilo! Eu senti muito medo (de morrer, de perder outra pessoa, de viver momentos bons sem ele…). Então eu ouvia The Climb religiosamente todas as noites, como um mantra! Isso me ajudou a me manter forte e entender que precisamos passar por algumas coisas, ou elas passam por cima de nós. Até hoje choro ouvindo essa música. Representa muito pra mim porque me ajudou a passar pelo momento mais difícil da minha vida!

Pietra | @Poxapi

Espero que vocês possam traduzir isso. Acompanho a carreira da Miley desde seu seriado na televisão, mas o que me tornou extraordinariamente fã dela foi sua música e sua personalidade icônica e revolucionária, com sua mensagem de amor, aceitação e respeito e sua forma de lidar com a vida. Sempre vi o quanto ela era diferente de outras estrelas na indústria e como sua luz se destacava, e, de uma forma esquisita, eu conseguia me identificar genuinamente com ela. Muitas vezes em que eu me sentia sozinha e deprimida por ser considerada pelos outros como “feia”, “estranha” ou “desinteressante”, fui pressionada a me encaixar dentro de uma bolha religiosa, machista e homofóbica, e foi logo cedo que Miley me inspirou a abraçar a minha sexualidade e quem eu sou. A ver uma beleza e interesse genuíno em mim mesma, e não me importar com as merdas que os outros dizem, porque as pessoas sempre irão dizer coisas negativas sobre você. Miley me ensinou a amar meu estilo e minha autenticidade e me mostrou a importância de prezar pelo meu prazer e pelos meus direitos. A música da Miley me respeitou e me amou antes de eu mesma conseguir fazer isso por mim, e isso é algo que eu jamais poderia esquecer. Cada álbum novo dela, sinto que cresço junto com suas composições e transformações. Eu realmente cresço e me fortaleço a cada música, como se existisse alguém no mundo que me representa de alguma forma, e isso certamente influenciou grande parte da minha vida. Feliz aniversário, Miley <3 te amo.

Rebeca Coutinho | @rebecacgm

As músicas da miley e a própria miley, sempre me ajudaram a seguir em frente, a entender que o mundo pode ser cruel, mas eu não posso desistir. Me ensinou que devo lutar por aqueles que não conseguem, que devo ser autêntica e me impor diante dos problemas que surgem na minha vida e no mundo.

Lainny | @cyrusvante

Me fez ter o melhor dia da minha vida no show dela e superar uma época em q eu já estava desistindo de tudo, amo a loirinha❤️

Clarisse | @clari.sse_

A música da Miley é minha companheira há anos. Ter uma idade tão próxima fez com que, nas devidas proporções, vivêssemos os mesmos momentos de vida, o que significa que nunca me senti sozinha. Quando eu tive meu primeiro amor, a decepção, a recaída, perder um cachorro ou um peixe, as alegrias, militâncias, lutar por um mundo melhor… Tudo veio junto! Claramente não só pela idade e as semelhanças nesse ponto, mas porque também me inspiro muito na Miley. Assistir um filme com ela ou até Hannah Montana, ouvir um álbum enquanto viajo ou trabalho, tudo torna meu dia melhor. É a minha ídola, mas a minha eterna companheira distante. É incrível como sinto que conheço tanto, amo tanto e estou aqui pra alguém que não sabe de verdade da minha existência. E seguirei aqui, para sempre. Durante todos os períodos bons e ruins.

Débora Brotto | @deb_brotto

Há alguns anos atrás passei por um momento muito difícil, um relacionamento abusivo na qual sentia que não podia ser eu mesma e que o problema estava em mim. ironicamente, miley passou pela mesma coisa. sua música está comigo em todos os momentos, inclusive nesse que me ajudou a superar tudo o que passei. sua música salvou minha vida!

Ândrya | @beiiesve

A música da Miley me ajudou a me sentir menos sozinha, como se eu tivesse uma irmã mais velha experiente me ajudando a atravessar os obstáculos durante a vida.

Mychelly | @evlltw1n

Eu acompanho a Miley desde criança, nós crescemos juntas! Por isso me sinto muito próxima dela, e a música dela me faz não me sentir sozinha. Além disso, ouvir as músicas antigas me traz muitas memórias boas!

Laura | @laurabedumb

Ouvir Miley Cyrus faz eu me reencontrar comigo mesma de diversas maneiras, me faz conseguir enxergar todas as minhas nuances e me reconectar comigo novamente. A força que ela transmite com as letras e a voz é gigante e me sinto motivada a não desistir de quem eu sou e lutar por isso, em todos os sentidos.

Amanda Dalila | @zatannaspy

Publicada por: Izadora Vasconcelos

Deprecated: WP_Query foi chamado com um argumento que está obsoleto desde a versão 3.1.0! caller_get_posts está depreciado. Utilize ignore_sticky_posts no lugar. in /home/mileybr/public_html/wp-includes/functions.php on line 5610
relacionado
19.07.2024
relacionado
19.07.2024
relacionado
04.06.2024
relacionado
24.05.2024
comente a postagem!
error: Content is protected !!